Notícia

Prefeitura Municipal de Itarana/ES


Imagem da notcia >

Itarana inicia vacinação contra dengue em crianças de 10 e 11 anos


Ontem (26) deu início a vacinação contra a dengue em crianças de 10 e 11 anos no município de Itarana. Em um total de 214 doses QDenga recebidas, o imunizante previne contra os sorotipos (1,2,3,4) do vírus.

Durante o período de vacinação a oferta será realizada de segunda a sexta-feira, das 07h00 às 16h00, na Unidade de Saúde Dr. “Gilmar José Bridi” (Unidade Nova), e aberto aos sábados conforme a necessidade, sendo divulgado previamente nos canais de comunicação e redes sociais da Prefeitura.

Para a secretária de saúde Vanessa Arrivabene, o começo da vacinação nos traz a esperança de que seja um início para o fim da Dengue, mas adverte:

“Mesmo com a vacina não podemos deixar de lembrar que algumas medidas sanitárias servem de proteção, como o uso de repelentes e simples ações de limpeza nos quintais, bem como evitando o armazenamento de água e possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti."

As contraindicações para a vacinação são:

- Menores de 4 anos e 60 anos de idade ou mais;
- Pessoas convivendo com o vírus HIV;
- Gestantes e;
- Mulheres que estejam amamentando (interromper aleitamento por 15 dias).

Algumas condições que adiam a vacinação são:

- Pessoas que contraíram dengue (devendo aguardar 6 meses para receber o imunizante) e;
- Pessoas com quadro febril, sinais e sintomas sugestivos para dengue (devendo procurar atendimento médico).

Segundo dados do Governo, O Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público universal. O Ministério da Saúde incorporou a vacina contra a dengue em dezembro de 2023. A inclusão foi analisada de forma célere pela Conitec (Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS), que recomendou a incorporação.

* Para apoiar estados e municípios nas medidas de prevenção e controle, o Ministério da Saúde repassou R$ 256 milhões para todo o país, em uma ação de reforço do enfrentamento da doença. Do valor total, R$ 111,5 milhões foram transferidos ainda em 2023, em parcela única, para fortalecer a vigilância e a contenção do Aedes aegypti - sendo R$ 39,5 milhões para estados e Distrito Federal e outros R$ 72 milhões para municípios. Além disso, haverá repasse de R$ 144,4 milhões para fomentar ações de vigilância em saúde em todo o país.

Disponível em: gov.br

 

SERVIÇO

Secretaria Municipal de Saúde (Semus)

Unidade de Saúde Dr. “Gilmar José Bridi”

Sala de Vacinas

Telefone: (27) 3720-4637


  • Compartilhe:
  • Por: Breno Fiorotti Mauri

Última modificação em 27/02/2024