NOTÍCIAS

COMUNICADO À POPULAÇÃO DE ITARANA

19/01/2017 13:39

 

DIANTE DO ALARDE DA POPULAÇÃO EM TORNO DA VACINA CONTRA FEBRE AMARELA ESCLARECEMOS:

 PASSAREMOS PRIMEIRO AS SEGUINTES INFORMAÇÕES RETIRADAS DO SITE DA SESA/ES - 2017 – em  17/01 – E QUE PODEM SER ACESSADAS NO ENDEREÇO ELETRÔNICO: saude.es.gov.br

*DADOS OFICIAIS DO SITE SESA/ES 17 DE JANEIRO DE 2017

“Conforme já ressaltado pelo Ministério da Saúde, o Espírito Santo não é considerado área de risco para febre amarela, portanto, continua sem recomendação de vacinação contra essa doença e não há motivo para pânico, pois tecnicamente não existe indício que motive o início de vacinação para toda a população. Essa foi a principal mensagem transmitida pelo secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira (17) na sede administrativa da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na Enseada do Suá, em Vitória.”

ENTÃO, ATENÇÃO:

1)  A VACINA CONTRA FEBRE AMARELA É APLICADA EM 2 DOSES COM INTERVALO DE 10 ANOS ENTRE ELAS;

 

2)  DEVEM TOMAR A VACINA:

  •  PESSOAS QUE MORAM EM REGIÕES ENDÊMICAS, OU SEJA, REGIÕES QUE TENHAM CASOS CONFIRMADOS DE FEBRE AMARELA EM HUMANOS;
  •  PESSOAS QUE IRÃO VIAJAR PARA ÁREAS COM CASOS CONFIRMADOS DE FEBRE AMARELA EM HUMANOS. A VACINA DEVE SER TOMADA 10 DIAS ANTES DA VIAGEM;

 

3)  O ESTADO DO ESPÍRITO SANTO NÃO É CONSIDERADO PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE COMO ÁREA ENDÊMICA;

 

4)  OS MUNICÍPIOS DE FRONTEIRA COM MINAS GERAIS QUE ESTÃO VACINANDO TODA A POPULAÇÃO, ESTÃO FAZENDO UM BLOQUEIO PARA EVITAR QUE O VÍRUS ENTRE NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO;

 

5)  SÃO ESSES OS MUNICÍPIOS QUE ESTÃO FAZENDO BLOQUEIO *(DADOS ATUALIZADOS DA SESA – SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE EM 17/01/2017):

 Água Doce do Norte

Alto Rio Novo

Baixo Guandu

Barra de São Francisco,

Brejetuba

Divino de São Lourenço

Dores do Rio Preto

Guaçuí

Ibatiba

Ibitirama

Irupi

Iúna

Laranja da Terra

Mantenópolis

Montanha

Mucurici

Pancas

Afonso Cláudio

Ecoporanga

Colatina

Itaguaçu

Governador Lindenberg

Conceição do Castelo (CASO SUSPEITO)

Venda Nova do Imigrante  

São Roque do Canaã (CASO SUSPEITO)

São Gabriel da Palha

 

6)  SEGUE ABAIXO ESQUEMA VACINAL DA FEBRE AMARELA: (veja em "FOTOS" no final da notícia)

 

7)  CONTRA-INDICAÇÕES DA VACINA:

- Crianças menores de 6 meses de idade;

- Pacientes com imunodepressão de qualquer natureza;

- Pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave;

-Pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores);

- Pacientes submetidos a transplante de órgãos;

- Pacientes com imunodeficiência primária;

- Pacientes com neoplasia;

-Indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina bovina ou outras);

- Pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica);

- A administração deve ser analisada caso a caso na vigência de surtos.

 

8)  ESTADOS ENDÊMICOS: (veja em "FOTOS" no final da notícia)

Imagem publicada:  Quarta, 11 de Janeiro de 2017, 15h04

Última atualização:  16/01/17  16h40

http://portalsaude.saude.gov.br/ 

 

9)  CASO ENCONTRE ALGUM MACACO MORTO:

* NÃO MEXA NO ANIMAL

*LIGUE IMEDIATAMENTE PARA A VIGILÂNCIA AMBIENTAL – (27) 3720-0169 OU 3720-1482 PEDIR PARA FALAR COM BIANCA MENEGHEL (MÉDICA VETERINÁRIA DA VIGILÂNCIA);

 

10)  UTILIZE REPELENTE E ROUPAS DE MANGAS COM CALÇAS COMPRIDAS,  E EVITE FOCOS DE MOSQUITOS;

 

11)  SINTOMAS DE FEBRE AMARELA:

*DADOS OFICIAIS DO SITE  SESA/ES 17 DE JANEIRO DE 2017

“Uma pessoa com febre amarela apresenta, nos primeiros dias, sintomas parecidos com os de uma gripe. Entretanto, esta é uma doença grave, que pode complicar e levar à morte. Os sintomas mais comuns são febre alta e calafrios, mal-estar, vômito, dores no corpo, pele e olhos amarelados, sangramentos, fezes cor de “borra de café” e diminuição da urina.

A febre amarela silvestre é transmitida pela picada de mosquitos Haemagogus e Sabethes, que vivem em matas e vegetações à beira dos rios. Quando o mosquito pica um macaco doente, torna-se capaz de transmitir o vírus a outros macacos e ao homem. A forma silvestre da doença é endêmica nas regiões tropicais da África e das Américas.

Nas cidades, a doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo vetor da dengue, zika e chikungunya. Pessoas que fazem ecoturismo ou que entram em matas por algum outro motivo correm o risco de serem picadas pelo mosquito Haemagogus infectado e contrair a doença. De volta à área urbana, essas pessoas podem ser picadas pelo Aedes aegypti, podendo dar início à reurbanização da doença. O último caso de febre amarela urbana no Brasil ocorreu no Acre em 1942.

Uma vez que a febre amarela no meio urbano é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, eliminar depósitos que possam acumular água é uma das medidas de prevenção. Por isso, é importante que a população eleja um dia fixo da semana para combater o mosquito em casa, e, assim, impedir a proliferação do vetor eliminando seus criadouros.”

 

12)  CASOS SUSPEITOS

A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) informa que recebeu a notificação de quatro casos suspeitos com quadro indicativo de febre amarela, febre maculosa, dengue e outras doenças com sintomas semelhantes. Os casos estão sendo investigados. Até o momento, não há confirmação da doença no Espírito Santo, nem em animais nem em humanos.

 

Atenciosamente

Secretaria Municipal de Saúde de Itarana

19 de janeiro de 2017

 



Informações à imprensa:
(27) 3720-4907
 
Secretaria de Saúde - SEMUS
Endereço: Praça Ana Mattos, S/N, Centro, Itarana/ES, CEP 29.620-000
Telefones: (27) 3720-0169 / (27) 3720-1482
E-mail: semus@itarana.es.gov.br

FOTOS

Prefeitura Municipal de Itarana
Endereço: Rua Elias Estevão Colnago, Nº.: 65
Centro - Itarana / ES
CEP: 29620-000
Telefone: 3720-4900

WebMail

Produzido pela ImpactaWeb